Triplex ou tríplex?

Com as denúncias de irregularidades na aquisição do apartamento de três pavimentos mais famoso do Brasil, vem a dúvida, inclusive na imprensa: é apartamento triplex ou tríplex? Palavra oxítona ou paroxítona?

A solução da dúvida é simples, mas nem todos a conhecem.

O Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa (também conhecido pela sigla VOLP) é uma publicação da Academia Brasileira de Letras, que, desde o início do século XX, quando se deram as primeiras tentativas de reforma da ortografia portuguesa, cuida do registro e fixação da ortografia oficial das palavras no Brasil.

Concordemos ou não com isso (eu mesmo não concordo, pois acho que tal missão deveria estar a cargo de uma comissão nacional de notáveis das universidades e instituições culturais, inclusive da ABL), trata-se de uma missão dada à Academia Brasileira por força de lei; embora seja uma organização não governamental (ONG), a Academia Brasileira executa essa tarefa a pedido do Estado.

Não se trata de dicionário: o VOLP é uma lista de palavras, apresentadas com sua grafia oficial e informações sobre classe gramatical (substantivo, adjetivo, verbo etc.) e flexão (um gênero, dois gêneros, dois números etc.). Assim, a forma apresentada no VOLP é a oficial e que deve ser usada.

Como saber, por exemplo, se a grafia jiló está correta, ou se esta palavra é grafada com G? Basta procurar no VOLP; na edição eletrônica é só digitar a palavra e, se estiver registrada, aparecerá com seus dados. No VOLP aparece apenas jiló, o que significa que se grafa com J, não com G; o mesmo vale para chuchu (não é com X). Já a palavra morsegão está lá (não é o mesmo que morcegão, aumentativo de morcego).

Outro caso: Apesar de largamente usada, a palavra mussarela não se encontra registrada no VOLP; as formas lá encontradas são muçarela e mozarela, as únicas oficiais e que devem ser grafadas.

Buscando no VOLP eletrônico a forma triplex, encontramos o vocábulo oxítono e o paroxítono, o que significa que ambas as formas são corretas, podendo ser usadas sem medo de errar; o mesmo vale para o par formado por duplex e dúplex. (Prefiro as formas oxítonas.)

volp-triplexTriplex/tríplex e duplex/dúplex são vocábulos pertencentes a mais de uma classe: são substantivos, adjetivos e numerais, mas são invariáveis, pois não têm flexões de gênero nem de número. Vejamos alguns exemplos:

a) Apartamento triplex;
b) Estes apartamentos são duplex;
c) Nossas moradias são triplex.

E outros mais poderíamos citar.

Resumindo: essas formas são corretas, sejam oxítonas ou paroxítonas, têm uso como substantivos, adjetivos ou numerais e são invariáveis quanto a gênero e número.

A sugestão é, optando-se por uma ou outra palavra, manter a coerência no texto, não as misturando sem necessidade.

Para concluir, lembremo-nos de que, se a palavra em questão é paroxítona (tríplex), ela deve ter sinal diacrítico (acento gráfico) agudo sobre a vogal da sílaba tônica, pois se trata de palavra paroxítona terminada em consoante que não é S nem M.

A versão eletrônica do VOLP está disponível gratuitamente aqui: http://www.academia.org.br/nossa-lingua/busca-no-vocabulario.

Santarém, Pará, 4/2/2016.

Anúncios

2 comentários sobre “Triplex ou tríplex?

  1. Muito interessante o quadro com o tupi e o nheengatu. Além de tudo o que nos traz o VOLP, claro. Na obra Machado de Assis, de Lúcia Miguel Pereira há uma referência, logo após a fundação da ABL, que foi o próprio Machado de Assis quem sugeriu a criação do VOLP. Um simples Vocabulário de português mas considerados brasileirismos.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s