Clube dos Falidos

Especialistas dizem que o acordo de recuperação judicial da Odebrecht é o maior da história da humanidade! 😱

Sim, sem dúvida! Antes dele, foi notável a falência do fornecedor de pedra do faraó Djedefré: a pirâmide ruiu e ele não recebeu um só jarro de cerveja ou pão para seus colaboradores. Recomeçou (e terminou) a vida, com apoio do Hórus Vivo, quebrando pedra na fábrica de obeliscos.

Sem falar no armador grego que transportou duas belas e valiosíssimas estátuas de guerreiros (de Fídias, talvez?) para a Magna Grécia no século V a.C. O navio afundou perto da costa sul do Bico da Bota, e ele ficou sem pagamento, sem navio e precisou pagar a franquia do seguro.

As estátuas só foram recuperadas quase 2.500 anos depois, e até hoje nenhum herdeiro dele compareceu a Riace para requerer a devolução das peças.

Os Odebrechts fazem parte de um clube seleto de falidos célebres. Mas estão em melhor condição que seus consócios.

Anúncios

Punica granatum

Passo todos os dias na frente de uma casa.

No jardim, uma romãzeira enorme, cheia de frutos. Pendurada na planta, uma placa: “Vendo romã”.

E eu vendo essas romãs todos os dias, enquanto os frutos apodrecem no pé.

Que aconteceu ao latim e ao grego antigo?

Belíssimo artigo de Marco Neves! Uma aula sobre linguística histórica, dialetologia, diglossia… em linguagem simples e ao mesmo tempo técnica.

Leiam e aprendam:

Que aconteceu ao latim e ao grego antigo?