In hoc signo vinces!

A discussão parece-me ainda meio fraca, mas já se contesta há algum tempo a presença de símbolos religiosos (geralmente crucifixos) em órgãos públicos no Brasil.

Mas pode um chefe de estado distribuir, às visitas oficiais do País, camisetas de uma entidade futebolística, convertendo-as ilegalmente em símbolo nacional?

Pode ele dar de presente, às mesmas visitas, bandeiras de uma badalada escola de samba – sempre a mesma, aliás?

E que dizer de um secretário municipal que concede entrevista, representando seu município, na sede da secretaria, tendo atrás de si uma parede cheia de objetos com o escudo de um clube de futebol, do qual ele é torcedor?

E assim caminhamos…

Santarém, PA, 22/2/2016.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s